Janeiro Branco

O Janeiro branco tem como seu objetivo chamar a atenção da humanidade para as questões e necessidades relacionadas à Saúde Mental e Emocional das pessoas e das instituições humanas.

Uma humanidade mais saudável pressupõe uma cultura de Saúde Mental no mundo!

A questão que motivou a criação da campanha é bem simples (e muito séria): as pessoas estão adoecendo em quantidade e ritmo preocupantes. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), em torno de 12 milhões de brasileiros sofrem de depressão. O número é equivalente a 5,8% da população, colocando o país em segundo lugar no ranking americano (atrás apenas dos Estados Unidos).

Por que janeiro branco?

No primeiro mês do ano, em termos simbólicos e culturais, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, em suas condições de existência, em suas emoções e em seus sentidos existenciais.

E, como em uma “folha ou em uma tela em branco”, todas as pessoas podem ser inspiradas a escreverem ou a reescreverem as suas próprias histórias de vida.

O Janeiro Branco promove palestras, palestras-relâmpago, oficinas, cursos, workshops, entrevistas midiáticas, caminhadas, rodas de conversa e abordagem de pessoas em todos os lugares nos quais as pessoas se encontram: ruas, praças, igrejas, empresas, residências, academias, shoppings, hospitais, prefeituras etc. Em janeiro de 2022, por causa da pandemia do Covid-19, a Campanha priorizará espaços abertos e meios online.

Sintomas de que a saúde mental não vai bem

Uma atitude mental negativa e pessimista é o maior sintoma de uma mente desequilibrada. Acordar com mau humor é preocupante, pois as primeiras atitudes do dia refletem diretamente nos resultados do dia inteiro. “Irritabilidade também é um sintoma de que as coisas não vão bem. Então, observe o feedback das pessoas do seu convívio, pois eles são reflexo do seu comportamento, que pode estar sendo explosivo e sem controle emocional. Oscilações extremas, picos de euforia e tristeza repentinos também sinalizam desequilíbrio. Por fim – e mais notável – estão os estados permanentes de angústia, ansiedade e tristeza e, em casos mais acentuados, a depressão”, indica.
Além disso, existe uma forte tendência a ocorrer um desequilíbrio emocional toda vez que nossas atitudes contrariam nossos valores. E, se este estado não é quebrado logo, o desequilíbrio tende a aumentar exponencialmente. De acordo com o coach, transferir a responsabilidade dos resultados da nossa vida para outras pessoas também tende a gerar um forte desequilíbrio mental. “Só existe uma maneira de adquirir o controle da mente: se dotar da certeza de que você é o único responsável pelos resultados que tem colhido em sua vida, bons ou ruins”, reforça.
O por fim, vale atenção ao pessimismo. Piccoli adverte que falar de coisas ruins ou ter hábito de apontar frequentemente os erros dos outros também são reflexos de uma mente não saudável.

Leandro Piccoli, coach e CEO da Eleva Mente

Tarefas simples para fazer em seu dia a dia para manter a saúde mental

Consuma conteúdos de qualidade com leituras, bons filmes e séries. Evite noticiários sensacionalistas e conversar com pessoas negativas. Priorize conversar sobre assuntos agradáveis e positivos.
Tenha metas claras e sonhos instigantes. Se imagine com frequência como já tendo o sonho conquistado. Sinta-se vivenciando seu sonho.
Pratique meditação diariamente. Pode ser apenas meditação com controle da respiração, alguns minutos por dia. Também pode ser feito um momento de oração, de acordo com suas crenças.
Escreva em um papel 30 características positivas que você possui. Comece com a expressão: “Eu sou…” e leia a lista diariamente com entusiasmo e emoção.
Escreva 40 motivos de gratidão, começando com a expressão: “Eu sou grato por…” e leia todas as noites.
Faça um cartaz com sua foto no centro e, ao redor, inclua imagens que representam seus sonhos para o próximo ano. Deixe em um lugar pelo qual você passa todos os dias.
Crie formulações positivas e repita com muita frequência durante o dia ou enquanto faz alguma atividade física.
Elogie pessoas aleatórias com quem cruzar durante o dia. Acredite: esta ferramenta é muito poderosa, pois, além de agradar outra pessoa, sua atitude mental se torna muito mais positiva e feliz.
Assuma a responsabilidade por suas ações e tenha humildade de perguntar para as pessoas com quem mais convive, como você pode ser mais agradável. Aceite as sugestões e aplique nos seus relacionamentos. Certamente você terá um enorme crescimento pessoal e maior equilíbrio mental.
Cuide de sua imaginação e de seus hábitos. Foque na vida que você quer ter.  Compreenda o que é preciso reprogramar em sua mente para caminhar em direção aos seus objetivos.

Leandro Piccoli, coach e CEO da Eleva Mente

Referência:

https://janeirobranco.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s